Responsabilidade Social

Considerando que uma empresa que pretende SER socialmente responsável deva seguir, ao menos, as diretrizes de transparência, coerência e honestidade,  (em termos de suas ações, valores e benefícios perante a sociedade) a primeira “ação social” a ser realizada é definir claramente qual o seu propósito, sua missão, perante a comunidade na qual está inserida afinal, uma PESSOA, ainda que JURÍDICA, tem uma razão de existência, uma missão! [1]

A “pessoa jurídica” é uma entidade coletiva e, deste modo, naturalmente social. O primeiro conjunto de ações, políticas e atitudes deve ser aplicado em sua ‘comunidade interna’.

É essencial que sua estrutura seja socialmente responsável e isso é percebido por meio da aplicação de uma política social interna que promova, entre outras coisas, o crescimento humano, a dignidade e o bem-estar em seus funcionários.

Uma vez definido o conjunto de políticas (entenda-se por esta definição, a primeira “ação socialmente responsável” da empresa) essas devem nortear as ações e atitudes que podem ser aplicadas como, por exemplo:

  1. Um plano de carreira que seja possível de ser percorrido por qualquer dos seus funcionários;
  2. Conjuntos de benefícios que promovam a evolução cultural tais como Bolsas de Estudo, acessos à base de conhecimento, gratificações (reconhecimento) por mérito e conquistas acadêmicas, etc.
  3. Fomento à solidariedade com ações planejadas de voluntariado, programas de incentivo de colaboração e trabalho em equipe
  4. Fomento ao respeito humano com ações de comunicação que minimizem (ou quiçá extirpe) preconceitos étnicos, de credo e/ou orientação sexual.
  5. Programas de inclusão social e digital
  6. Preservação do meio ambiente (não somente pensando nas árvores e florestas…) e de crescimento sustentável tais como “reuso de água”, programas que minimizem a impressão e consumo desnecessário de papel, etc.
  7. Incentivos culturais
  8. Incentivos às diversidades de talentos internos
  9. Inserção das famílias dos funcionários no contexto corporativo

Há inúmeras ações que podem ser aplicadas para aplicação do conceito de “Socialmente Responsável” em uma empresa.

Assim como em uma pessoa física, a responsabilidade social somente acontece (aparece) de forma consistente quando ‘sai de dentro do coração e exala por meio dos seus póros’.


[1] Não estou considerando a missão de ‘prover os lucros’ aos seus acionistas ou investidores neste caso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s